red blog

17.OUT.2018

O que é neuromarketing e como ele pode te ajudar a vender mais

O que é neuromarketing e como ele pode te ajudar a vender mais

Por: Everton Lopes

 

O neuromarketing é um estudo de marketing que se alia à neurociência e psicologia para identificar reforços positivos ou negativos na mente do consumidor.

Parece muito complicado à primeira vista, mas é bem simples: através de tecnologias, como a ressonância médica funcional (fMRI), é possível identificar respostas inconscientes que em avaliações verbais os consumidores nem sempre identificam ou omitem por constrangimento.

Esse estudo consiste em encontrar as formas mais efetivas de anunciar, oferecer, demonstrar e convencer o público sobre seus serviços, produtos ou marca.

Segundo a Forebrain, primeira empresa brasileira que estuda neurociência aplicada ao consumo, 90% das tomadas de decisão são realizadas de forma inconsciente, ou seja, apenas 10% dos impulsos podem ser controlados pelas pessoas.

E isso abre uma margem gigante de investimento para empresários e gestores, além de ser uma ótima estratégia para vendedores e comerciantes. Também é importante ressaltar que esse estudo é importante tanto para o marketing digital quanto para o tradicional.

Todas as empresas se beneficiam com o neuromarketing, inclusive as organizações do ramo B2B (empresas que vendem para empresas), uma vez que qualquer negócio é formado por pessoas e são elas que tomam as decisões estratégicas.

Mas vamos mostrar três dicas interessantes para que você consiga vender mais aplicando o neuromarketing em suas estratégias:

 

Me entenda primeiro

Através dos estudos de neuromarketing será possível entender em nível confiável quais são os desejos do consumidor, o que ele rejeita, quais são suas experiências anteriores, como ele deseja ser tratado, enfim, qual é o perfil do consumidor.

Esses estudos podem ser encomendados pelas empresas ou conseguidos na internet em casos onde já foram feitos por outras empresas. Eles ainda servem como base de comparação entre concorrentes e oferecem dados muito interessantes para a identificação de erros e acertos nas estratégias de vendas.

 

Conte-me mais

Entenda, seu público se identifica melhor com sua marca quando ele entende sua história. Por isso, existe uma técnica de venda chamada storytelling, que é o ato de contar uma história sobre aquilo que você comercializa.

Nesse ponto, atingimos além da razão, a emoção das pessoas que se sentem parte daquilo e consomem de forma mais natural e mais feliz.

Mas lembre-se, o storytelling trata de verdades e você nunca deve enganar seus clientes para convencê-los a comprar porque, caso o resultado não seja o esperado, essa ação pode ser um tiro no próprio pé.

 

Me surpreenda

A terceira e última dica desse artigo é: entregue sempre mais do que o seu cliente espera!

Não estamos dizendo para você mover o sol em torno de seus clientes porque quem tenta realizar demais, acaba perdendo o fôlego muito rápido e o resultado pode ser negativo.

Mas pequenas atitudes mudam completamente a reação e a forma como a sua marca é vista pelo público. Se você vende camisetas em um site, pode, por exemplo, enviar junto com a camiseta uma tag personalizada com o nome do cliente em forma de camiseta com um desconto de 10% para a próxima compra. Ou ainda uma lembrança especial nas compras feitas no mês de aniversário dele.

Veja como são ações muito simples, mas que demonstram cuidado e atenção ao bem-estar do consumidor. E isso faz toda diferença quando lidamos com a consciência e a subconsciência das pessoas.

 

Esperamos que agora esteja mais claro o conceito de neuromarketing e que você consiga encontrar e aplicar as melhores técnicas na sua empresa. Mas como você já sabe, caso precise de ajuda, conte sempre com a Agência Red.

Veja também