red blog

26.SET.2017

Como melhorar as vendas da loja virtual para o dia das crianças

Como melhorar as vendas da loja virtual para o dia das crianças

A menos de um mês do dia das crianças é preciso alinhar algumas estratégias para que seu e-commerce tenha bons resultados, já que a data possui volume de vendas significativo, sendo a quarto maior registrado em todo país.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o período de pico nas vendas, que vai de 25 de setembro a 11 de outubro, deve apresentar crescimento de 5% nas vendas online em relação ao ano passado, com tíquete médio de R$269,00 e faturamento de 2,155 bilhões.

Mas, para aproveitar a alta nos números e lucrar, é preciso ficar atento a algumas peculiaridades da data, principalmente na hora de produzir um anúncio direcionado às crianças. Nós preparamos algumas dicas para você acertar nas vendas e ter melhores resultados.

1. Selecione produtos específicos para a data

O dia das crianças costuma ter produtos muito mais específicos que outras datas comemorativas, por isso é importante anunciar correto e com direcionamento preciso.  Entre as categorias mais vendidas destacam-se os brinquedos, seguidos de eletrônicos, moda e acessórios, informática e, esporte e lazer. Uma dica para deixar a busca mais simplificada é setorizar a página com itens para cada idade, o que auxilia também quem ainda não sabe qual presente é o mais adequado.

 

2. Kits agradam a quem presenteia mais de uma criança

Pais, tios e avós muitas vezes acabam comprando mais de um presente nesta data, pois muitas vezes têm mais de uma criança para presentear. Oferecer kits com redução de frete ou preço promocional – compre um e leve o segundo pela metade do preço – chamam mais atenção e costumam ser mais lucrativos. Mas lembre-se de ser verdadeiro nas promoções anunciadas, pois períodos como esse geralmente são regados a muita pesquisa por parte do consumidor e se ele se sentir lesado sua página perde credibilidade.

 

3. Ofereça brindes ou cupons de desconto

O dia das crianças é a data comemorativa mais próxima do natal e um ótimo momento para oferecer cupons de desconto para próxima compra. Com isso, você garante uma venda e deixa seu e-commerce na memória de quem passou por lá e adquiriu um produto. Outra opção que costuma agradar são os brindes, pois o consumidor sente que está levando maior quantidade de produtos por preço mais baixo, o que pode ser algo decisivo na opção de compra.

 

4. Não venda além do estoque

No e-commerce é muito importante trabalhar em cima das peças disponíveis em estoque. Realizar a venda de um produto que já tenha esgotado ou que por algum motivo esteja indisponível pode atrasar toda a cadeia, resultando na entrega fora do prazo. Mesmo que exista a possibilidade de entrega dentro do prazo, é importante deixar o cliente ciente da situação antes da compra, para que se algo der errado a experiência não seja frustrante. Para evitar determinada situação, você pode também negociar com seus fornecedores um volume maior dos principais produtos, que além de garantir estoque pode proporcionar melhora no preço.

 

5. Crie conteúdos específicos e aposte no marketplace

A data tem grande apelo, afinal, todo mundo quer presentear os pequenos, não é mesmo? Investir em conteúdos específicos para as redes sociais, blogs e sites aumenta a visibilidade e atrai o possível consumidor para seu e-commerce, pois desperta o interesse e curiosidade em saber mais sobre o seu produto e quais são as vantagens em adquiri-lo. Para atingir um maior número de pessoas você pode apostar em marketplace, que expõem seus produtos em sites de grandes empresas varejistas, pois muitos consumidores optam por buscar primeiramente nestes sites, por acreditarem que são mais confiáveis e com melhores opções de pagamento.

 

6. Atente-se as regras de propaganda

Por último e muito importante, é preciso ficar atento às regras de publicidade quando se trata de crianças. Sabemos que os apelos dos pequenos influenciam muito aos pais, mas é algo que precisa acontecer de maneira saudável, para que não traga maiores complicações à criança e à família. Para proteger a criança a legislação brasileira possui algumas normas a serem seguida, como:

- A publicidade não pode ser apresentada em formato jornalístico, como notícia;

- É proibida a associação de menores de idade a atos e consumos ilegais;

- É proibido encorajar o consumo excessivo de alimentos e bebidas;

- Não pode fazer merchandising em programas dirigidos a crianças ou utilizando personagens do universo infantil para atrair a atenção desse público;

- É proibido o uso do imperativo, como “compre” ou “peça para seus pais”.

O manual completo com as regras e orientações pode ser encontrado aqui.

Se você deseja saber mais sobre e-commerce acesse nosso artigo "Vendas online cresceram e é a sua hora de aproveitar” ou entre em contato com a gente.

Veja também