red blog

07.FEV.2019

Seu público não é você! (nem o seu gestor)

Seu público não é você! (nem o seu gestor)

Por: Lucas Sawa Figueiredo

 

Já percebeu como existem pessoas de perfis diferentes dentro de uma única loja?

Isso acontece porque existem diversos tipos de necessidades e interesses que levam uma pessoa a buscar seu produto ou serviço. O que vamos te ajudar nesta leitura é saber qual caminho seguir na hora de escolher os interesses dos anúncios nas redes sociais.

Quando se vende mais de um tipo de produto ou serviço, a regra é que cada um tenha seus próprios perfis compradores, afinal, a pessoa que compra uma viagem para a copa do mundo pode não ter hábitos de compra de uma que escolhe viajar para visitar as pirâmides do Egito. Por isso, ser seletivo na escolha é bastante importante e, ao atingir as pessoas certas, mesmo que sejam em menor quantidade, pode te fazer economizar.

A internet permite um mapeamento de hábitos dos usuários, com base em seus interesses de consumo de conteúdo e compras feitas online. Com estas informações, os sistemas de marketing digital conseguem ter bastante assertividade quando o assunto é achar clientes potenciais para o seu negócio.

 

Os comportamentos e interesses dos usuários vão desde sonhos até dores. Neste caso, busque pensar em qual situação se encontra o usuário no momento em que for atingido pelo anúncio, e assim você estará na hora certa e no lugar certo. Pense, como exemplo, no café: existem 3 tipos de compradores, os que bebem café para acordar, os que usam para manter-se dispostos e os que degustam a bebida para o prazer. Três perfis com hábitos diferentes de consumo que podem ser muito bem segmentados nas redes sociais.

Lembre-se de passar também a mensagem certa. Quando se trata de vender imóveis, por exemplo, a linguagem usada para vender um apartamento para noivos é fazê-los sonhar com a nova vida, bem diferente de vender um barracão para um empresário, que precisa ter certeza que o seu maquinário caberá lá dentro, por isso deve ser bem técnico.

Se estiver sem ideias de como reconhecer os sonhos e dores dos seus clientes, uma dica valiosa é ter uma boa conversa com alguns deles, ou se preferir pode contratar a Red para te ajudar.

Galeria de Fotos

Veja também