red blog

29.NOV.2017

Como definir o meu público-alvo?

Como definir o meu público-alvo?

Definir um público-alvo para a sua marca é nada mais que vender para a pessoa certa, e é tão importante quanto ter um produto de qualidade e praticar bons preços, pois, é preciso saber quem é o grupo de pessoas interessadas ou que possam se interessar pelo seu produto, permitindo que o foco nas estratégias de negócio aconteça da maneira correta. Esta definição completa ajudará a estruturar melhor os objetivos comerciais e de marketing do seu negócio.

Basicamente, sua marca deve saber em quem precisa focar ao desenvolver as estratégias, para trabalhar o marketing e a divulgação adequada, fazendo com que a mensagem transmitida tenha resultados mais eficientes, otimizando seus custos. Pois, ser abrangente e atingir o maior número de pessoas parece bom, para que todas conheçam sua marca, mas a realidade é bastante diferente. Quanto mais abrangente for o mercado, mais difícil e mais cara será o processo, e menos assertivo também.

Por isso, comece definindo um target, para orientar o posicionamento e atuação da marca no mercado. Busque no processo o maior número de detalhes sobre o seu consumidor, suas características, interesses e necessidades especificas. O público-alvo pode ser definido por alguns critérios, como: faixa etária; região; classe social; poder de compra; comportamento; preferências.

No marketing digital o cenário não é diferente. Para que sua marca se destaque e tenha bons resultados, é necessário conhecer o seu consumidor. Só assim você conseguirá conversar com ele de maneira adequada, atendendo suas expectativas e o surpreendendo, e criando um universo entre marca e cliente, que permite maior envolvimento e proximidade.

Agora que você já fez o reconhecimento, já sabe a média de idade do seu consumidor, sexo, a que classe social que pertence e seus interesses, está na hora de colocar em prática tudo o que estas informações podem te proporcionar. No marketing digital, algumas ferramentas irão te ajudar, e nós também. Confira algumas dicas que separamos para você:

O Facebook Ads é aonde você pode conseguir os dados mais importantes e próximos ao usuário. O seu algoritmo mapeia todas as ações e informações do usuário na rede, como as curtidas e compartilhamentos, fotos, vídeos, preferências, e disponibiliza para que os impulcionamentos sejam assertivos. A partir daí você pode segmentar o público por preferências que se encaixem em seu tema, elaborar artes criativas, formatos interativos e aproveitar os resultados.

Já no Google Adwords você poderá inserir o seu negócio nos principais resultados dos sites de buscas. Otimizado por palavras-chave, é possível trabalhar os termos que mais se adequam ao que está sendo oferecido por sua empresa, fazendo com que ela apareça nas primeiras posições nas buscas orgânicas. Além da busca, com ele você pode trabalhar banners em grandes sites, chamados de Rede Display.

Agora que você já sabe como definir seu público-alvo e conheceu duas ferramentas para te auxiliar, é hora de colocar a mão na massa e trabalhar as infinitas possibilidades que todas estas informações podem oferecer. É importante lembrar que o público-alvo deve ter sempre uma atenção especial, pois pode sofrer variações com o passar do tempo.

Veja também